© 2023 por Salve o Planeta. Orgulhosamente criado com Wix.com

Geografando: Roteiros do Tijuco

Para além do conhecimento científico, a geografia é parte do que nos constitui enquanto ser, ou seja, é parte de nossa essência. Não há sociedade que prescinda de uma geografia, não há homem que não a pratique. À medida que nos deslocamos que nos relacionamos com o ambiente e com as pessoas, que localizamos objetos, estamos geografando. Piaget (1961) já havia demonstrado em seus estudos acerca da cognição humana a necessidade de conectarmos o cotidiano da criança e do adolescente ao processo de ensino e aprendizagem. Entendemos ser fundamental para o bom desenvolvimento intelectual da criança que as atividades didático-pedagógicas escolares considerem o conhecimento empírico (e, portanto, geográfico) que trazem a partir de suas próprias experiências e vivências.

 

Propomos aos alunos da rede pública de ensino, uma forma de lançá-los ao mundo. Uma proposta de um ensino geográfico baseado em fatos cotidianos que os alunos vivem no seu dia-a-dia. O geógrafo humanista é em campo. Ele está-nomundo, desde que acorda até o próximo sono, ele experiencia ativamente – quando se aventura, se arrisca, se coloca à novidade – e passivamente – quando se submete aos estímulos do mundo que o cerca. Promovemos ações de educação ambiental, de consciência patrimonial, de valorização do lugar e da experiência por meio destes trabalhos de campo.

 

Criamos roteiros que permitiram a boa prática de campo, complementando e ampliando os horizontes do ensino de geografia em sala de aula, criando uma consciência cidadã, valorizando frente à sociedade os espaços públicos e o ambiente diamantinense e, ainda, possibilitando aos nossos alunos o contato com as práticas de ensino e vivência dos conteúdos de diversas disciplinas ligadas à educação, meio ambiente, natureza e sociedade. 

 

Agradecemos as escolas por nos receberem de portas abertas. Ao Pibid, por nos ceder voluntários para os nossos trabalhos de campo, ao Pibex/UFVJM pela parceria e financiamento e pelo Grupo de estudos: GHuAPo. 

 

Referências:

PIAGET, Jean. Les Mecanismes Perceptifs. Paris: PUF, 1961